quinta-feira, 15 de janeiro de 2009

Plano Nacional de Controlo de Cães

O Governo vai avançar com o Plano Nacional de Controlo de Cães, publicando-o em Diário da República «durante o primeiro semestre de 2009», disse ao Diário de Notícias fonte do Ministério da Agricultura, do Desenvolvimento Rural e das Pescas.
O objectivo deste plano é o de fiscalizar as condições de detenção, criação, venda e circulação dos cães de raça potencialmente perigosa.
Nesta iniciativa legislativa ficará enquadrada igualmente a actuação das entidades no terreno. A ASAE (Autoridade de Segurança Alimentar e Económica),
GNR, PSP e as polícias municipais vão trabalhar de forma complementar. Na sua mira estarão animais como os pit bull, rottweiler, cão de fila brasileiro, dogue argentino, staffordshire terrier americano, staffordshire bull terrier e tosa inu.
De referir que a reprodução e a criação de animais pertencentes a estas raças foram restringidas por um despacho ministerial.

Fonte: Veterinária Actual










1 comentário:

su disse...

O plano nacional de controlo de cães está completamente desfasado da necessidade do país. Se apenas se limita a isso então é inútil, vai apenas perseguir raças especificas.
O plano de controlo verdadeiramente necessário é o de captura para esterilização dos animais errantes, campanhas de adopção e sensibilização e punição do abandono...só nos atiram areia para os olhos...